Mais de 7 mil mudas são queimadas no Parque Nacional dos Campos Ferruginosos

Mais de 7 mil mudas do projeto de reflorestamento das áreas de pastagens do Parque Nacional Campos dos Ferruginosos foram queimadas devido a um grande incêndio florestal que devasta a região a mais de 10 dias. O fogo intenso tem causado a destruição e a mortandade de plantas e animais da mais recente unidade de conservação criada no Brasil.

Mudas queimadas, Parque Nacional Campos Ferruginosos de Carajás, Parna Campos Ferruginosos, mudas, mudas nativas, incêndio florestal, fogo, incêndio, Parauapebas, Canaã dos Carajás, Pará, queimadas, unidade de conservação, natureza, incêndio criminoso, flona carajas, floresta nacional de carajás, fogo em unidades de conservação, Pebinha, Carajás, cks, IBAMA, ICMBIO.O projeto de reflorestamento do parque teve início no segundo semestre de 2016. Na área onde o incêndio tem avançado foram plantadas cerca de 34 mil mudas de árvores nativas, visando a formação de corredores ecológicos ao longo dos cursos d’água que cortam o parque, interligando fragmentos de vegetação dessas áreas com a Floresta Nacional de Carajás – Flona Carajás.

Homens do corpo de bombeiro militar, civil e do exército brasileiro estão no local realizando ações na tentativa de controlar o fogo. Vale lembrar que a vegetação do lado oposto da Flona Carajás é formada por muitas áreas de pastagens, tendo uma grande concentração de biomassa composta por gramíneas e capim, contribuindo ainda mais para o avanço do fogo.

O Parque tem cerca de 81 mil hectares de área protegida, sendo 60 mil hectares de floresta preservada (parte da Flona Carajás) e 21 mil hectares formado por ambientes em diferentes estágios de conservação, visto que partes destas áreas eram fazendas que foram adquiridas pela mineradora Vale e repassadas ao IBAMA como compensação ambiental do projeto de mineração de ferro  Carajás S11D.
Mais de 7 mil mudas são queimadas no Parque Nacional dos Campos Ferruginosos Mais de 7 mil mudas são queimadas no Parque Nacional dos Campos Ferruginosos Reviewed by Dianes G. Marcelino on 18:26 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.