Engenharia ambiental, a engenharia da vida das presentes e futuras gerações

O curso de engenharia ambiental surgiu no ano de 1991 em razão dos grandes debates mundiais relacionados à degradação da natureza. Tida como a engenharia da vida, os profissionais da engenharia ambiental tem como principal missão planejar e gerenciar o uso e a proteção dos recursos naturais, promovendo o desenvolvimento sustentável, de forma que a futuras gerações também tenham acesso a estes recursos.

engenharia ambiental, engenharia da vida, engenharia, sustentabilidade, meio ambiente, natureza, preservação ambiental, conservação da natureza, natureza e conservação, natureza, conservação, curso de engenharia ambiental, graduaçãoO processo de formação do profissional de engenharia ambiental é multidisciplinar, ou seja, na graduação o aluno vivenciará conteúdos de disciplinas de cálculo, física, química, biologia, ecologia, gestão ambiental, planejamento ambiental, resíduos sólidos, remediação de áreas degradadas, recursos energéticos, educação ambiental, dentre outros necessários para a formação de um profissional apto a planejar e gerenciar o uso e a proteção dos recursos naturais.

A partir da criação do primeiro curso, na Universidade Federal do Tocantins, em Palmas/TO, a engenharia ambiental tornou-se parte da lista de cursos de muitas universidades e faculdades de todas as regiões do Brasil. Ao longo desse tempo, a conscientização ecológica de parte da sociedade promoveu a abertura do mercado para atuação do engenheiro ambiental, estando o profissional presente em diferentes setores da economia.

Entretanto, é preciso promover ainda mais a conscientização da sociedade sobre a necessidade de preservação do meio ambiente. As ações práticas em prol da conservação da natureza ainda são incipientes, cabendo aos profissionais da engenharia ambiental, em conjunto com outros profissionais, traçar estratégias ambientais visando despertar o lado conservacionista da comunidade onde estão inseridos. Promover a mudança de paradigma de uma sociedade consumista é provavelmente o maior desafio da engenharia ambiental.

Em contrapartida, cabe à sociedade reconhecer e valorizar a importância da engenharia ambiental para as presentes e futuras gerações. Em tempos de constantes crises ambientais é preciso que o uso dos recursos naturais seja feito de forma consciente e planejada, tendo em vista não comprometer o equilíbrio ecológico e o nosso próprio bem estar.

Siga o blog Natureza e Conservação no FacebookYouTube e Instagram.

Sobre o autor

Dianes G. Marcelino é consultor, engenheiro ambiental e mestre em ecologia de ecótonos pela Universidade Federal do Tocantins. Tem experiência em licenciamento ambiental, geoprocessamento, ecologia, recuperação de áreas degradadas e gestão de resíduos sólidos.
Engenharia ambiental, a engenharia da vida das presentes e futuras gerações Engenharia ambiental, a engenharia da vida das presentes e futuras gerações Reviewed by Dianes G. Marcelino on 18:51 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.