Pilo: a pilha que nunca acaba a energia

Já pensou em substituir as famosas pilhas AA por uma fonte de energia que não acaba nunca? Parece impossível, mas pensando nessa ideia, uma empresa francesa iniciou a pré-venda da Pilo, uma pilha AA que promete durar para sempre.

Pilo, pilha que não acaba nunca, pilha que não acaba a energia, fonte de energia inesgotável, substituir pilhas AA, energia, bateria que não acaba nunca, bateria, tecnologia ambiental,
Para cumprir o que promete, o dispositivo é recarregado por movimento, ou seja, basta agita-lo por aproximadamente três segundos e a pilha estará carregada

De acordo com o fabricante, a Pilo ainda possui tecnologia limpa, não possuindo substâncias perigosas em sua composição, e é reciclável, sendo um produto “amigo” do meio ambiente.

Porém, nem tudo são maravilhas! Por ter como princípio para carregamento o movimento, que converte a energia cinética em eletricidade, a pilo é mais indicada para dispositivos que necessitam de energia de forma intermitente e em movimento, como controle remoto de televisores, videogames, etc.

Pilo dura cem vezes mais, Pilo, baterias Pilo, Pilhas Pilo, Pilhas que não acabam nunca, baterias que não acabam, energia, pilhas, tecnologia ambiental,
Assim, os dispositivos que precisam de energia intensa (uma lâmpada, por exemplo) ou dispositivo estático (ex. relógio de parede) terão que aguardar por uma nova tecnologia para suprirem suas necessidades energéticas.

Mas se você deseja ter a sua Pilo, basta entrar no site (neste link) dos desenvolvedores e encomendar a sua pelo valor de 10 euros. As entregas começarão a ser realizadas a partir de outubro de 2014, e caso o cliente não goste do produto, os fabricantes garantem a devolução do dinheiro.
Pilo: a pilha que nunca acaba a energia Pilo: a pilha que nunca acaba a energia Reviewed by Dianes G. Marcelino on 00:02 Rating: 5

Um comentário:

  1. Cara isso é muito bom!!! A pergunta que fica é? Nesse país medíocre onde os políticos são subornados por interesses das grandes industrias e não se importam com a qualidade e o de melhor com o povo, logo criaram dificuldades até mesmo para que isso dixe de ser importado (pelo que entendi é de fora) com alguma desculpa de que é cancerígeno, radioativo, etc... uma vez que empresas nacionais de pilhas com vida curta perderam muito...

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.