Ilha do Bananal e Cantão, celeiro da biodiversidade tocantinense

Você já deve ter ouvido falar na Ilha do Bananal e do Cantão. Ambas as localidades apresenta uma rica fauna e flora, sendo um celeiro da biodiversidade tocantinense, abrigando inúmeras espécies raras, vulneráveis ou ameaçadas de extinção. A região é bem retratada na reportagem do Globo Repórter que foi ao ar em 18/03/2016.

Cantão, ilha do bananal, globo repórter, globo, bananal, cantão/bananal, parque estadual do cantão, unidade de conservação, natureza, TocantinsA Ilha do Bananal é considerada a maior ilha fluvial do mundo. Localizada no Estado do Tocantins, faz divisa com os Estados do Pará, Mato Grosso e Goiás. Já o Cantão, ou Parque Estadual do Cantão, é uma extensão da ilha, sendo uma unidade de conservação de proteção integral. Essas duas áreas juntas formam o maior complexo de áreas protegidas do Tocantins.

O ciclo hidrológico da região confere uma sazonalidade marcante para a região. Na estação chuvosa, as chuvas intensas na cabeira e afluentes do Rio Araguaia fazem com que todo o local fique completamente inundado. O Rio Javaés, por exemplo, chega a subir mais de 10 metros, inundando grande parte da floresta. O oposto ocorre na estação seca, período em que a escassez de chuva reduz drasticamente a vazão dos corpos hídricos, ocasionando o surgimento de grandes bancos de areia às margens dos rios.

Cantão, Ilha do Bananal, Globo Repórter, Tocantins, belezas naturais, natureza, conservação, unidade de conservação, Aves, tv anhanguera, birding, Pica-pau-do-parnaibaPelo menos 8 espécies conhecidas para a região está classificada com algum grau de ameaça de extinção, sendo elas o Chororó-do-Araguaia, a Onça-pintada, o Pica-pau-do-parnaíba (sendo atraído por playback pelo biólogo André Grassi, foto ao lado), Ariranha, Gavião-real, Pato-corredor, Boto-do-Araguaia (espécie nova descrita para o Rio Araguaia) e o Jacu-de-barriga-castanha. Estas espécies encontram na Ilha do Bananal e Cantão um refúgio seguro e com condições ideais para manter as gerações futuras longe das ações humanas que podem levá-las a beira da extinção.

Devido à imensidão deste complexo de áreas protegidas, muitas espécies estão para serem descobertas. Com pesquisas intensivas na região a probabilidade de surgir novas espécies é alta, principalmente dentre aqueles grupos mais difíceis de serem visualizados, como anfíbios, répteis e peixes. Para saber mais sobre a Ilha do Bananal e Cantão, veja a reportagem exibida no Globo Repórter.
Ilha do Bananal e Cantão, celeiro da biodiversidade tocantinense Ilha do Bananal e Cantão, celeiro da biodiversidade tocantinense Reviewed by Dianes G. Marcelino on 21:28 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.