Jacu Bird Coffee, café produzido a partir das fezes da ave ganha o mundo

Quando os Jacus (Penelope sp.) começaram a se alimentar dos frutos de cafés da Fazenda Camocim, no Espírito Santo, o proprietário teve como ideia inicial pedir autorização ao órgão ambiental para realizar o controle da população. Entretanto, o que a princípio era visto como problema passou a ser solução para geração de renda da propriedade.

Jacu Bird Coffee, jacu, café de jacu, café feito das fezes de jacu, bird coffee, Fazenda Camocim, café camocim, café mais caro do mundo, coffee,  café raro, blog natureza e conservação, aves do brasilCom a demora na análise do pedido, Henrique Sloper, proprietário da fazenda, soube da existência do Kopi Luwak, um café de Sumatra que passa pelo organismo de um pequeno mamífero, a cevita, e resolveu fazer um teste com o jacu da mata atlântica. O resultado foi a produção de uma bebida de alta qualidade, mais adocicada e ácida quando comparado ao mesmo café produzido de forma tradicional.

Batizado de Jacu Bird Coffee, o café da Camocim tem várias certificações de qualidade, sendo considerado um café especialmente raro com nota de qualidade de 91,2 (numa escala que vai de 0 a 100). “Olha, chegamos a pedir autorização para acabar com os jacus e agora eles estão sendo um diferencial importante do nosso café”, explica Rogério Lanke, supervisor da fazenda para reportagem da Revista Globo Rural.

Jacu Bird Coffee, jacu, café de jacu, café feito das fezes de jacu, bird coffee, Fazenda Camocim, café camocim, café mais caro do mundo, coffee,  café raro, blog natureza e conservação, aves do brasilO processo de produção do Jacu Bird Coffee é bem simples. As aves silvestres se alimentam dos frutos mais maduros do cafeeiro, o grão cereja. Durante o processo digestivo, o fruto só é despolpado, sem sofrer muita agressão dos ácidos estomacais da ave. O excremento é eliminado logo após a ingestão e fica acumulado próximo aos pés de café que serviram à alimentação dos jacus. Suas fezes são então recolhidas e levadas para o terreiro suspenso, onde secam e os grãos podem ser separados do excremento e de outras sementes para depois serem lavados e armazenados até serem comercializados.

Hoje a população de jacus da Camocim são as galinhas dos ovos de ouro da propriedade. De praga a aliada da fazenda, o jacu, que quebrava os pés do cafeeiro ao apoiar-se nos galhos para comer seus frutos, fez a fama da Camocim com um dos cafés mais exóticos e caro do mundo. A produção é direcionada para a exportação, porém o café Jacu Bird Coffee pode ser encontrado em algumas lojas do Brasil, sendo vendido por até R$860,00 o quilo.
Jacu Bird Coffee, café produzido a partir das fezes da ave ganha o mundo Jacu Bird Coffee, café produzido a partir das fezes da ave ganha o mundo Reviewed by Dianes G. Marcelino on 21:24 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.