Répteis e anfíbios do sudeste goiano

Pesquisa realizada no sudeste do Estado do Goiás mostra que a região apresenta uma rica biodiversidade de répteis e anfíbios. Ao todo foram registradas quarenta espécies de répteis e quarenta de anfíbios, pertencentes a 24 famílias. A análise de estimativa de riqueza demonstrou que não houve estabilização para a comunidade de répteis, indicando que novos inventários deverão ser realizados visando conhecer todas as espécies presentes nessa região.
Hypsiboas-paranaiba-perereca-sapo-anfíbio
Hypsiboas paranaiba. Foto: Sheila P.
Andrade/Divulgação.
O estudo apontou que a riqueza de espécies de anfíbios do sudeste goiano é maior do que outras regiões do cerrado, como, por exemplo, os municípios de Aporé/GO e São Desidério/BA que apresenta 32 espécies conhecidas; ou as regiões do Jalapão/TO e sudoeste do Goiás que contém 36 espécies inventariadas. Entretanto, os autores alertam que a região passou por um intenso processo de perda e fragmentação de habitat, influenciando na composição da fauna local. Desta forma, muitas espécies especialistas podem ter sido eliminadas durante o processo de supressão da vegetação, resultando no empobrecimento da fauna.
Oxyrhopus guibei -  Coral falsa. Foto: Sheila
P. Andrade/Divulgação.
O trabalho foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal de Goiás, Centro Tecnológico de Engenharia e da Pontifícia Universidade Católica de Goiás e publicado no periódico Check List, especializado nesse tipo de publicação. O levantamento foi realizado nos municípios de Piracanjuba, Água Limpa, Morrinhos, Caldas Novas, Rio Quente, Bela Vista, Cristianópolis, Leopoldo de Bulhões, Luziânia, Palmelo, Orizona, Pires do Rio, Santa Cruz de Goiás, São Miguel do Passa Quatro, Silvânia, Vianópolis e Buritizinho. O artigo você encontra aqui, nele você encontra imagens das outras espécies.

Répteis e anfíbios do sudeste goiano Répteis e anfíbios do sudeste goiano Reviewed by Dianes G. Marcelino on 07:29 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.