Pesquisador busca determinar parentesco de mais de 400 espécies de aves analisando seus ninhos

A missão do pesquisador Marco Aurélio Crozariol, biólogo do setor de ornitologia do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro não é nada fácil. Envolvido em um grande trabalho de pesquisa para sua tese de doutorado, Crozariol busca determinar o parentesco de mais de 400 espécies de aves por meio da observação e descrição do ninho de cada uma delas.

Pesquisa, aves, ninhos, Crozariol, museu nacional do Rio de Janeiro, filogenia, estudos com ninhos, ninhos de aves, natureza, pássarosA proposta do trabalho é montar a filogenia de 5 famílias de aves (Tityridae, Platyrinchidae, Pipritidae, Pipromorphidae e Tyrannidae) que juntas totalizam mais de 400 espécies. Para levantar as informações sobre o ninho de cada ave o pesquisador tem recorrido a museus, observações de campo e publicações científicas, neste último caso, sua principal fonte de pesquisa.

“A determinação do grau de parentesco entre espécies é historicamente realizada através de análises morfológicas e mais recentemente através de análises moleculares, técnica que tem se destacado e até mesmo dominado esse campo de pesquisa”, explica Crozariol. “Entretanto, pretendemos demonstrar que estudos comportamentais para inferir o grau de parentescos entre espécies podem ter muita utilidade e no caso das aves, a análise dos ninhos parece ser um ótimo material de pesquisa para esse tipo de estudo” complementa o pesquisador.

Após três anos revisando as publicações científicas sobre o tema, em alguns casos livros antigos de até 1831, Crozariol deparou com uma triste realidade. Poucas espécies das famílias estudadas possuem informações completas sobre a descrição do ninho. “A maioria das espécies apresentam informações escassas ou ausentes. Em muitos casos as publicações são antigas demais, principalmente para a descrição de ninhos que são de espécies de difícil identificação, inviabilizando a informação em muitas situações” explica Crozariol.

Pesquisa, aves, ninhos, Crozariol, museu nacional do Rio de Janeiro, filogenia, estudos com ninhos, ninhos de aves, natureza, pássarosPara contornar o problema, Crozariol publicou recentemente na revista científica Atualidades Ornitológicas uma publicação solicitando que quem tiver informações sobre ninhos das espécies analisadas em seu estudo que o auxiliem na busca e esforço de reunir o máximo de conhecimento sobre os hábitos de nidificação dessas aves. Para isto, o autor elaborou uma lista (Veja o artigo aqui) contendo as principais espécies com ausência ou deficiência de informações sobre seus ninhos.

“Provavelmente muitos ninhos das espécies presentes na minha lista de pesquisa já foram observados, fotografados ou até mesmo coletados por observadores, pesquisadores e fotógrafos. A ideia da publicação foi a de despertar o interesse e incentivar buscas por ninhos dessas espécies com ausência ou deficiência de dados” explica Crozariol. Quem tiver alguma informação referente ao ninho das espécies listadas pode entrar em contato com o pesquisador através do email marcocrozariol@gmail.com. Para facilitar a busca de ninhos, além do artigo, Crozariol elaborou uma lista com o nome popular de cada espécie com deficiência ou ausência de dados (você pode conferir no final desta postagem)

Todas as informações levantadas serão apresentadas numa minuciosa revisão sobre o tema na tese de doutorado de Crozariol, e que futuramente servirá de base inicial para pesquisas relacionadas ao assunto.
Pesquisador busca determinar parentesco de mais de 400 espécies de aves analisando seus ninhos Pesquisador busca determinar parentesco de mais de 400 espécies de aves analisando seus ninhos Reviewed by Dianes G. Marcelino on 08:47 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.