Novo gênero e espécie de esperança é descrito para o Brasil

A Amazônia é reconhecida por ser a maior floresta tropical do mundo e por abrigar uma grande variedade de espécies, muitas ainda desconhecidas pela ciência, mas que aos poucos vem sendo descobertas.

Recentemente, o biólogo Gustavo Costa Tavares, pesquisador do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Pará/IFPA, contribuiu para conhecermos um pouco mais sobre a biodiversidade da floresta amazônica ao descrever um novo gênero e espécie de esperança da tribo Agraeciini para a Amazônia brasileira.

A nova espécie foi batizada de Wuyjugu pizai, sendo a 23ª espécie de Agraeciini registrada no Brasil. O artigo foi publicado na revista científica Zootaxa, especializada nesse tipo de publicação.

Wuyjugu pizai, nova espécie de esperança, amazônia, biologia, entomologia, insecta, insetos, animais, natureza, floresta amazônica, UFPA

De acordo com o autor, a fêmea da nova espécie de esperança carrega um ovipositor muito longo e reto, enquanto o macho possui um complexo fálico completamente membranoso, características não vistas em nenhum dos gêneros Agraeciini da América do Sul, que conta com 52 espécies registradas.

O nome genérico da espécie é uma homenagem à tribo indígena conhecida no Brasil como povo Munduruku, autodenominado “Wuy jugu”. Essa tribo dominava a região do Vale do Tapajós, no Estado do Pará, local onde os espécimes tipo foram coletados. Já o nome específico é uma homenagem ao entomólogo brasileiro Salvador Toledo Piza Jr., pesquisador que descreveu inúmeras espécies de esperanças do Brasil.

Siga o blog Natureza e Conservação no FacebookYouTube e Instagram.

Sobre o autor

Dianes G. Marcelino é engenheiro ambiental e mestre em ecologia de ecótonos pela Universidade Federal do Tocantins.

Novo gênero e espécie de esperança é descrito para o Brasil Novo gênero e espécie de esperança é descrito para o Brasil Reviewed by Dianes Marcelino on setembro 26, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.