No Pará onças são vítimas de caça predatória

Uma triste notícia para a natureza tomou conta das mídias e redes sociais na última sexta-feira (26). Uma operação das policias Militar e Rodoviária, no município de Curionópolis, no Pará, descobriu várias cabeças e peles de onças-pintadas, jaguatirica, onça-preta e pardas com moradores locais. No total, 19 felinos foram encontrados abatidos e preparados para venda.

Onça, Carajás, Curionópolis, caça de onça em curionópolis, onça-pintada, onça-preta, jaguatirica, onça-parda, onças mortas em Carajás, caça ilegal de animais, onça em extinção, onças são abatidas no Pará, tráfico de animais, floresta nacional de Carajás, ICMBIO, ParáSegundo Frederico Drumont Martins, chefe da Floresta Nacional de Carajás - FLONACA, desde a criação da FLONACA, nunca houve um registro de tamanha magnitude relacionado a caça de animais na região. “Em nossos registros, desde o ano de criação da FLONACA, em 1998, nunca tivemos uma situação dessas. Foram quase 30 animais e o caso mais grave são das onças-pintadas, um animal ameaçado de extinção”, explica Martins.

De acordo com Martins, a apreensão dessa quantidade de animais abatidos extrapolou a caça de subsistência e proteção de animais em fazendas, estando diretamente associada ao tráfico de animais silvestres. “As peles e cabeças das onças estão preparadas para serem expostas como troféu, estão preparadas para a venda em um comércio ilegal de um animal ameaçado de extinção”, explica Martins.

Onça, Carajás, Curionópolis, caça de onça em curionópolis, onça-pintada, onça-preta, jaguatirica, onça-parda, onças mortas em Carajás, caça ilegal de animais, onça em extinção, onças são abatidas no Pará, tráfico de animais, floresta nacional de Carajás, ICMBIOSegundo informação veiculada no programa Bom dia Brasil, da Rede Globo, o dono da casa onde foram encontrados os animais abatidos está preso e recebeu uma multa de 534 mil reais por matar e mutilar as onças e manter animais silvestres em cativeiro. O infrator pode ainda ficar preso por até 4 anos, pena máxima para quem comete algum crime ambiental.

Todo material apreendido ficará sob a responsabilidade do ICMBio e será utilizado em pesquisas científicas e em inciativas de educação ambiental. O fato é, o maior felino das Américas sofre cada vez mais com a perda de habitat e a caça para comércio ilegal de animais silvestres.
No Pará onças são vítimas de caça predatória No Pará onças são vítimas de caça predatória Reviewed by Natureza e Conservação on 20:58 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.