Uso da vermicompostagem ou minhocultura para reciclagem de lixo orgânico - Natureza e Conservação

Uso da vermicompostagem ou minhocultura para reciclagem de lixo orgânico

A vermicompostagem ou minhocultura é um tipo de compostagem de lixo orgânico feita com o uso de minhocas. É uma técnica utilizada em várias partes do mundo desde a década de 70 para a produção de adubo orgânico de excelente qualidade. Para quem gera pequenos volumes de resíduos ou tem pouco espaço em sua residência, a compostagem com minhocas apresenta-se como uma excelente alternativa para tratamento dos resíduos orgânicos gerados em sua casa.

vermicompostagem, minhocultura, como fazer vermicompostagem, fazer húmus de minhoca, Minhocas-vermelhas-da-califórnia, Eisenia foetida, vermicomposting, lixo doméstico, reciclagem, reciclar, resíduos orgânicos, compostagem, minhocas, cidades sustentáveis, cidades e soluções, natureza, vermicomposto, adubo de minhocaA vermicompostagem é bastante eficiente no tratamento de resíduos orgânicos, adaptando-se muito bem as condições do meio rural quanto do meio urbano. O produto final do processo da minhocultura é o adubo de minhocas, também conhecido como vermicomposto ou húmus de minhoca, um adubo orgânico completamente estabilizado e pronto para ser utilizado em jardins, vasos de flores, hortas e pomares.

Comercialmente existem algumas espécies de minhocas que tem destaque no emprego da vermicompostagem, tais como as minhocas-vermelhas-da-califórnia (Eisenia foetida, Eisenia andrei) e a minhoca-noturna-africana (Eudrilus eugeniae). Essas três espécies alimentam-se de resíduos orgânicos semicrus, reproduzem e crescem muito rapidamente, características ideais para transformar uma grande quantidade de lixo orgânico em húmus. Há uma preferência pelas primeiras espécies por se adaptarem melhor as condições de cativeiro.

Quando o substrato das minhocas é bem preparado, apresentando uma qualidade nutricional adequada para as minhocas, elas podem ingerir diariamente uma quantidade de resíduo orgânico que varia entre 25% a 100% do seu próprio peso. Ou seja, elas são devoradoras instintivas de lixo orgânico, promovendo a reciclagem desses materiais.

No caso das minhocas-vermelhas-da-califórnia, pesando entorno de 0,55 gramas na fase adulta, a ingestão de resíduos corresponde à metade do seu peso, ou seja, cerca de 0,275 gramas. Após passar pelo trato digestivo das minhocas, 60% da quantidade de resíduos ingeridos serão liberadas na forma de húmus de minhoca.

A vermicompostagem, além do método UFSC de Compostagem já apresentado aqui no blog Natureza e Conservação, é mais uma excelente alternativa para cuidar de nossos resíduos orgânicos e evitar seu descarte em aterros ou na natureza. E você, o que tem feito para cuidar do lixo orgânico gerado em sua residência?

Siga o blog Natureza e Conservação no FacebookYouTube e Instagram.

Sobre o autor

Dianes G. Marcelino é consultor, engenheiro ambiental e mestre em ecologia de ecótonos pela Universidade Federal do Tocantins. Tem experiência em licenciamento ambiental, geoprocessamento, ecologia, recuperação de áreas degradadas e gestão de resíduos sólidos.
Uso da vermicompostagem ou minhocultura para reciclagem de lixo orgânico Uso da vermicompostagem ou minhocultura para reciclagem de lixo orgânico Reviewed by Dianes Marcelino on 12:54 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.